Olá mamãs! Todas sabemos que sair de casa é, muitas das vezes, uma preocupação acrescida por causa dos nossos bebés! Pensamos em tudo o que temos que levar para que não lhes falte nada nos momentos essenciais e não esquecemos a preocupação de os manter com uma alimentação saudável! Pessoalmente adoro os momentos em que saímos em família, mas pensar sequer que vou ter que dar comida artificial à Eva assusta-me terrivelmente, … tanto que ainda não o fiz uma única vez!

Assim, hoje, deixo-vos algumas sugestões de lanches que, facilmente, poderão levar para quando saem, por exemplo, durante uma tarde ou um fim de tarde e em que os pequenitos teriam, por exemplo, que comer a sua refeição ou papinha da tarde! Eis algumas dicas simples e acessíveis:

Frutinha cozida

Quando saímos durante a tarde, para um passeio em família, tento sempre levar algo saudável e esta já foi uma das opções usadas: a fruta cozida que costumo ter para a pequena, cozida para cerca de um ou dois dias! Basta retirá-la do frigorífico quando saímos de casa e, ao longo da tarde, esta vai ficando à temperatura ambiente, ideal para que o bebé a possa comer! A Eva não gosta da fruta muito aquecida, nem a isso foi habituada, por isso é sempre uma opção saudável, deliciosa e que ela adora! Maçã, pêra, … a mistura das duas, … tudo é válido!

Gosto sempre de levar os alimentos num saco térmico mas, se saímos por pouco tempo levo esta frutinha cozida mesmo no saco da pequena, sem refrigeração. Claro que, se estiver muito calor, opto sempre pelo saco térmico e, em extremo, por levar uma ou duas placas de gelo para conservação. Caso o local onde estejamos permita o aquecimento da refeição, para os bebés que gostam desta alternativa, podemos sempre solicitar que nos façam esse favor!

Banana ao natural

Outra das opções fáceis e rápidas é levarmos connosco uma banana e um pequeno recipiente para poder preparar a papinha! Assim, sem grandes preocupações com a conservação, pois a banana pode perfeitamente ser levada sem refrigeração, basta no momento em que queremos dar a papinha ao bebé esmagá-la. A tarefa é facilitada se a banana estiver madura!

Para enriquecer qualquer uma destas opções que acima indiquei, podemos sempre juntar uma ou duas colheres de chá de farinha de aveia, mesmo sem cozinhar previamente, pois esta pode ser adicionada em cru. A aveia pode ser dada sem problema aos bebés com mais de 6 meses, devido ao glúten que contem mas, no mercado, existem já opções sem glúten que podem ser cedidas logo desde os 4 meses!

Papinha caseira de farinha de arroz (ou outro tipo de farinha)

A papinha caseira, tal como já a ensinamos a fazer aqui no blog (https://joanaaterapeutaeamae.wordpress.com/2017/03/19/papinha-caseira-de-farinha-de-arroz/) (https://joanaaterapeutaeamae.wordpress.com/2017/03/14/papinhas-caseiras-com-aveia-as-primeiras-receitas/) , pode também ser uma opção para estes dias de passeio. Confecioná-la previamente em casa, deixar arrefecer e levar, pode também ser mais uma aliada em evitar os tradicionais boiões de fruta industrializados!

Pequenos snacks para bebé

A Eva adora mini tostas integrais, e por isso não saio de casa sem levar uma caixa com algumas! São uma ótima opção, sem açúcar e com pouquíssimos aditivos! Outra dos alimentos a que ela tem aderido nos últimos tempos, mas que lhe damos apenas de vez em quando e com moderação, são as rodelas de banana, pois apenas têm um pouco de óleo de coco na sua confeção e pouco ou nenhum açúcar adicionado! Bolachinhas caseiras são, da mesma forma, outra alternativa, … fruta fresca cortada em pedaços no momento, uns palitos de cenoura já cortados em casa e levados numa pequena caixinha, … enfim, todo um mundo a explorar! Vão pelo que os vossos bebés mais apreciam, sempre com alimentos naturais! Alerto apenas para que não deixem de vigiar os pequenotes enquanto cedem estes snacks!

E assim, com estas dicas, espero poder facilitar-vos a vida quando saem de casa com os pequenotes e de malas aviadas! Que esta questão da alimentação não sirva para desincentivar os momentos passados em família, sobretudo agora que a Primavera chegou e o bom tempo se anuncia! Estas alternativas saudáveis são ainda uma forma económica e eficaz de fazer frente aos alimentos industrializados que vemos a encher as prateleiras de supermercados, indicados como “os melhores” para os nossos bebés… mas que na verdade têm muitos sub-produtos pouco amigos do bebé escondidos!


1 comentário

carlosamaralphotography · 30 de Março, 2017 às 16:48

Tudo muito prático! 😀

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *