A Eva conta, para já, com 4 dentinhos e, perguntam vocês: mas já estás preocupada com os que ainda faltam e se terá ou não que usar algum tipo de correção com aparelhos, no futuro? Sim, isso preocupa-me! Não num sentido obsessivo, mas de uma forma preventiva que todos nós, pais e cuidadores, podemos garantir tão facilmente, desde tenra idade!

Recordam-se deste texto, publicado no blog há umas semanas atrás? https://goo.gl/Q47c4X. O tema abordado era semelhante, mas para a generalidade dos alimentos. Hoje, particularmente, quero falar-vos da importância das frutas nesta questão.

Mais que em qualquer outra altura do ano, esta época é, por excelência, de uma riqueza imensa em frutas de várias cores, sabores e texturas, para todos os gostos e paladares! Ora pensem bem: melão, melancia, meloa, alperces, pêssegos, nectarinas, nêsperas, laranjas, cerejas, morangos, framboesas, mirtilos, groselhas, … tantas coisas boas! A Eva não resiste! Basta apenas passar pela fruteira, por qualquer saco de compras recém-chegado do supermercado ou mesmo lá, nas bancas de frutas, que o seu ar fica de imediato alterado. Fica totalmente sintonizada nas frutas que tão bem conhece, e pede! Já chegou mesmo a acontecer estarmos a terminar de jantar e eu ir repor fruta na fruteira e ela agitar-se, pedindo mais, como se não tivesse ainda comido!

fruta

Já poucas vezes a pequena come a fruta cozida e totalmente reduzida a puré! Atualmente, e com vista a todos os benefícios que a mastigação acarreta, agora e para o futuro da dentição e do crescimento da sua face, a preferência é dada à fruta pouco cozinhada e grosseiramente passada. Já nem aquecida é, para se aproximar à temperatura da fruta em cru. Mas o que a Eva mais aprecia é mesmo a fruta ao natural, cortada e levada à sua boca, tal e qual assim! Adora que lhe coloque mirtilos na mesa para ela ir comendo! Fica presa com os olhos às minhas mãos quando me vê a descascar ameixas e nectarinas! Pede por tudo para que partilhemos talhadas de meloa madurinha! E trinca, e mastiga, … pede mais, … num ciclo cada vez mais rápido!

Venham mais dentinhos! O trabalho com os 4 que já tem começa a estar cada vez mais bem feito! E porque é que estas frutas no seu estado natural, sólido, são cada vez mais de preferir, ao invés da fruta passada? É que assim, toda a musculatura da face vai trabalhando, qual ginásio especializado! É a língua que se mexe e leva a comida de um lado para o outro, estimulando assim a mastigação bilateral! Deste modo, todos os músculos da face crescem e se fortalecem harmoniosamente! Em consequência, os dentes encontraram o apoio ideal para fazerem o seu crescimento correto, sem grandes interferências!

face

Fruta ao natural faz bem, a sua carga em fibras é superior, quando comparada com a fruta cozinhada! Os benefícios são tantos, a todos os níveis, por isso, ajudem os vossos bebés a seguir este tipo de alimentação. Para além de nos facilitar imenso a vida quando preparamos as refeições dos nossos rebentos, pois poupamos o tempo de cozer a fruta, não perdemos tudo o que envolve o ato de comer: o sentir a textura, os cheiros, as cores, os pormenores de cada fruta, o tipo de casca, o formato das sementes, o sumo que se espalha e nos escorre pelos braços (e pelo queixo dos pequenotes!)… tudo conta, quando se trata de crescer, e fazer crescer!

 


2 comentários

carlosamaralphotography · 28 de Junho, 2017 às 23:35

Fizeste-me ficar com água na boca!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *