Ai, … como estes meses se passaram tão rápido! 18 meses, contados um a um com tanto amor, … semanas infinitas de descobertas e de um carinho inexplicável, … um ano e meio, já? Eva, o que é que fizemos ao tempo? Desde que nasceste parece que em vez de andar rápido, ele corre, … corre veloz, cada vez mais! Mas tem sido tão bem aproveitado!

No início, quando confirmámos a tua chegada, o medo misturou-se com a alegria… os receios habituais de quem acha que não está capaz de tal missão: ser mãe, … ser pai! Depois, o medo foi-se dissipando e ficou apenas o amor, que cresceu de dia para dia com o andar dos meses de gravidez. Perto do final, veio novamente o medo. O parto, o desconhecido, a chegada… será que serei mesmo capaz? E aí percebemos que o tempo tem passado mesmo num passo apressado. Ainda ontem estavas na minha barriga, … ainda ontem chegavas com o primeiro raio de sol, naquele sábado tão feliz, … e hoje já fazes um ano e meio!

Subornar o tempo já tentei, … sem sucesso! Os dias correm e tu cresces, … aprendes coisas novas, dizes palavras diferentes, inventas novas brincadeiras, … os primeiros passos já se transformaram em pequenas corridas, em saltitares desajeitados, em marchas engraçadas! O que posso eu fazer se não aproveitar ao máximo cada segundo veloz dos dias que são tão curtos para te ver crescer? Assim, cada manhã é amor, contigo! Cada risada ao pequeno almoço é entrega total! Cada palavra tua um bálsamo para as ansiedades do dia que chega! E quando cai a noite e chegas com o pai da creche… aquele teu abraço, o colo que me pedes, os beijinhos que te entrego com tanta ternura! Sabes que mereces cada um deles muito, muito,muito! Se pudesse, arranjava uma multiplicadora de beijos, para que sentisses todo o amor que por ti carrego!

Vamos deixar o tempo correr, … sabes, nós vamos conseguir fazê-lo valer! Fazemos isso todos os dias! Que os meses continuem repletos de alegria e que te continue a ver crescer assim… já passou um ano e meio, mas hoje o medo é todo gratidão! Agradeço cada dia passado ao teu lado, agradeço tudo o que aprendo contigo, … sou tua mãe e nada me faria trocar o que contigo construímos! Felizes 18 meses, meu amor pequenino!


2 comentários

carlosamaralphotography · 23 de Janeiro, 2018 às 23:10

Puppy months!!!

Leave a Reply

%d bloggers like this: