Está é a questão que intriga muitas mães e tantas outras pessoas, sobretudo nas redes sociais e quando é referida em algumas conversas de amigas ou em família! “Achas que o bebé não mama bem? Não consegues extrair o leite? Fala com uma CAM.” E eis que surge muitas vezes a questão de que sigla é esta.

     Ora bem, uma CAM é uma Conselheira em Aleitamento Materno. O seu objetivo maior é auxiliar mães, bebés e famílias em geral, para que o aleitamento materno se faça sempre segundo boas práticas, o máximo de tempo possível, de forma a que seja seguro e confortável para todos. O apoio dado pode ser feito presencialmente, via telefone, internet, … qualquer meio serve para ajudar as famílias quando o bem maior é a perpetuação do aleitamento materno.

     Quando falo em aleitamento materno é isso mesmo, … mais que amamentação, … aleitamento materno engloba tudo. Mamãs que têm bebés internado em unidades de cuidados neonatais e extraem o seu leite para lho dar pelo biberão ou segundo outras técnicas, .. mamãs que extraem leitinho para os papás, as avós, as creches darem ao bebé, … tudo se engloba em aleitamento materno, mesmo não sendo por si mesmo o ato de amamentar. O “líquido precioso” está lá, todo o amor e cuidado depositados em algo tão valioso!

     Cada vez mais têm surgido grupos de ajuda nas redes sociais e surgido mesmo espaços físicos com conselheiras, tendo em vista o auxílio sobretudo da díade mãe-bebé! Há quem faça este trabalho remunerado e há quem o faça de forma livre e sem cobrar um valor. Por cá, é assim mesmo que o fazemos, tantas e tantas vezes via facebook, através das páginas Joana a Terapeuta, e a Mãe! ou Joana a Terapeuta. Outras vezes aqui no grupo Amamentar sem Barreiras, recém criado por mim e por outra colega CAM.

 

2

     É um gosto imenso poder fazer este trabalho e ajudar quem de nós precisa, aconselhando, incentivando, dando muitas vezes a força que alguns elementos da família não dão, dando coragem para permitir que se faça aquilo que a sociedade, tantas vezes erradamente, condena. Amamentar é e será sempre um ato de amor, em casa, na rua, com bebés de dias ou em crianças com 4, 5 anos, … o que for. Muitas vezes é o bebé que precisa da nossa ajuda, para aprender o ato de mamar quando este não é natural, outras vezes são as mães que precisam apenas de uma palavra de conforto e de incentivo. Por vezes, basta alguém a dizer-lhes que conseguem, que são capazes,… e tudo pode mudar! Quem ganha, são sempre os bebés!

     Assim, segundo as normas da UNICEF e da OMS (Organização Mundial de Saúde), uma CAM aconselha segundo as últimas demandas científicas, para que cada mamã esteja na posse de informação atualizada e fiável, fazendo assim as melhores opções. É por estas organizações que a nossa formação é certificada, daí a credibilidade do aconselhamento dado. Nem sempre a informação cedida por alguns profissionais de saúde é a mais correta ou atual, e havendo famílias informadas e críticas, tudo isso pode ser diferente! Pode mesmo fazer a diferença na vida de muitos bebés.

     O bebé não consegue pegar no peito? Parece que não faz uma boa pega? Está sempre a pegar e a largar o peito? A mamã não consegue extrair leite da melhor forma? Está insegura? Cá estamos nós, com um ombro amigo para ajudar e muita paciência e “colo” para ouvir! Se tem dúvidas em algumas das questões, contate-nos!

     Como posso aumentar a produção de leite? Como posso manter a amamentação por mais tempo? Como posso ir aos poucos deixando o leite artificial para aumentar a cedência de leite materno? Como conservar o leite extraído? Como o descongelar e aquecer? Que medicação posso tomar enquanto amamento? Estarei com alguma mastite? Como posso cuidar do meu peito? Como evitar que as fissuras afetem a amamentação? Porque me dói a amamentação? O bebé deve mamar de quanto em quanto tempo e quantas vezes ao dia? Tenho o mamilo pequeno ou invertido, posso amamentar? Preciso de usar mamilos de silicone? Tantas e tantas questões, … estas são apenas as mais frequentes! Uma CAM está preparada para responder a todas elas!

     O meu leite secou, … o meu leite é fraco, … o bebé não fica saciado, … o meu bebé fala mal porque mamou até tarde, … tudo isto são mitos, muitos deles enraizados na sociedade e, por vezes, em tantos profissionais de saúde! Cá estamos nós também para os ajudar a quebrar e fundamentar!

     Mães informadas são mães mais seguras de si, mais alerta, mais preparadas para fazer as opções acertadas para os seus bebés! Em caso de dúvida, falem com uma CAM. Longe, perto, … tanto faz. O importante é procurarem a informação mais correta! Sejam críticas, informem-se… ponham em causa opiniões e informações com as quais não concordem, mesmo que elas venham da parte de profissionais de saúde. Nem sempre a informação que têm na sua posse é a mais recente e adequada. O mais importante será sempre o bem estar do vosso bebé, … nada mais importa que isso, … nada é mais poderosos que a intuição de uma mãe, sigam-na!

     Uma CAM é uma amiga, uma confidente, uma conselheira, … e eu cá estarei sempre que necessário! Eu… e tantas colegas espalhadas pelo pais. Se precisarem de indicação em algum lugar específico do pais, tentarei ajudar com recomendações! Sintam-se à vontade, … têm em mim uma amiga… uma CAM, ao vosso dispor!


1 comentário

Amamentação vs Leite artificial/fórmula: a guerra que NÃO se impõe! – Joana a Terapeuta… e a Mãe! · 17 de Março, 2019 às 15:27

[…] vos digo. Sou CAM. Já vos expliquei o que faz uma CAM num outro texto do blog (aqui) mas, infelizmente, nem todos têm noção do investimento financeiro e pessoal que é necessário […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *