Último dia do ano… não gosto de balanços, prefiro pensar em reflexões, em ensinamentos que ficam, em passados deixados para trás das costas e em desejos renovados. Sou assim, por vezes negativa por fora, mas cheia de coisas boas, pensamentos positivos e sonhos imensos por dentro. À minha maneira, sou feliz! Sou feliz com os meus, com os que me rodeiam, com os que me acolhem, com os que me dão colo e mimos, com os que me chutam e me põe à parte. Obrigada a cada um de vocês, à vossa maneira, todos têm um lugar muito importante em mim. Nem mais, nem menos, cada um da sua forma.

2018, foste um ano longo, … de dualidade imperfeitas, … felizes, infelizes, … de desejos concretizados, de sonhos realizados, … de desilusões que doem a sarar, … de lágrimas de dor e de agradecimento, de mil “obrigados”! Começaste balanceante, entre a dúvida, a alegria de uns dias, a tristeza de outros. O reconhecimento dos que me rodeiam, a alegria da partilha, … a dor da perda, o sabor doce das conquistas e das vitórias. Nem te sei explicar, … só sei que tanto aprendi contigo.

Ainda há pouco, ao pequeno almoço, dei por mim viajante em pensamentos, … em memórias, … penso que me agarrei às melhores e fiquei feliz por isso. Nas mágoas, parei um pouco, refleti e segui. O luto está em processo crescente, pelas perdas físicas, pelas afetivas, … por ter visto partir de várias formas tantos que amava, por ter visto chegar tanta gente bonita até mim. Para onde pende a balança? Nem sei ao certo! Bom, mau, … tudo faz parte, … é isso que gera o equilíbrio. Foram as agruras deste ano que me fizeram valorizar ainda mais os que estão perto. Aos outros, desejo o melhor, na certeza da escolha feita e que não mais volta atrás.

Mas vamos ao positivismo, ao que quero levar de ti em braços para 2019: obrigada pelo meu cantinho do coração, o meu sonho tornado realidade (https://www.facebook.com/joanaaterapeuta/videos/318443422289683/) . Obrigada pela saúde e pela força dos que me rodeiam. Obrigada por estarmos quase todos por cá, .. fica a saudade dos que partiram, mas a alegria dos que se mantém firmes junto a mim: é por eles que todos os dias traço o meu caminho. Obrigada pelos desafios conseguidos, pela coragem para partir em busca de novo caminhos. Obrigada às pessoas lindas e positivas que consegui agarrar para o meu núcleo de “coisas boas e gente maluca e feliz pela vida”! É assim que sou, … é assim que me vejo, pois sei que depois de uma nuvem passageira, outra e mais outra, o sol que brilha é o mais bonito e o mais forte e sólido!

Por fim, a mais importante de todas. O motivo maior de ser o que sou e de ser como sou: minha terna e doce Eva. Meu sorriso maior! Meu coração fora do peito! Minha Menina Feliz, minha Sininho, minha Borboleta e minha bailarina! Pureza e leveza de ser são o teu nome do meio. Força motriz dos meus sonhos, âncora na minha tristeza… tens em ti tudo o que o meu mundo mais deseja. É por ti que existo, hoje e sempre! Melhor de 2018, … melhor de sempre! A ti, a todos, um sentido “obrigada”! Que 2019 nos traga energia positiva, saúde, paz, espírito sereno e sonhos mil… concretizações à medida da nossa força e sorrisos desmedidos. Obrigada 2018! Foste tu, sem igual, … obrigada, de coração cheio e feliz!


0 comentários

Leave a Reply

%d bloggers like this: