Para algumas mamãs este termo começa agora a ser ouvido mais frequentemente mas, até há bem pouco tempo, pouco se falava dele. E o desconhecimento foi e continua a ser, infelizmente, em muitos casos, motivo para desmames precoces, muitos deles logo nas primeiras duas a três semanas do bebé!

Mesmo alguns (muitos) profissionais de saúde o desconhecem, o que faz com que, em tantos e tantos casos, a “latinha” de leite artificial seja recomendada com um facilitismo que assusta. Sim, concordo que elas existam, que sejam prescritas, … mas em casos de extrema necessidade. Foi para isso que foram criadas. Sem qualquer extremismo o digo, sem qualquer postura contra o leite de fórmula, … mas apenas em casos de necessidade vital e em que a mãe não pode, de todo, amamentar.

Sim, a amamentação deve ser uma opção da mãe, da família, … só tenho pena que, em tantos casos, pelo desconhecimento, pela desinformação e, em tantos outros, pelo medo e pela submissão a familiares e a profissionais de saúde ela chegue ao fim, perante grande desgosto da progenitora.

Conhecidos são já todos os benefícios do leite materno, tanto para o bebé, como para a mãe. O ato de amamentar é vantajoso para ambos e já várias vezes vos falei desse tema aqui no blog. Então, porque há tantos mitos, tantas crenças, … tantas “pedras” no caminho, que fazem as mães desistir da amamentação? Os profissionais de saúde não se deveriam, na sua maioria, atualizar? Não deveriam ser os que melhor sabem de aleitamento materno e de todas as dicas que podem ser dadas às famílias, antes do cliché do “é melhor introduzir leite de fórmula”!?

Sim, deviam! Sim, devemos exigir isso mesmo! Sim, devemos estar informados e, sempre que achemos necessidade, devemos rebater as opiniões da classe médica.

Para quem não conhece o termo, os picos de crescimento são alturas específicas, que ocorrem quase todos os meses até perto dos 9/12 meses do bebé. Depois ocorrem ainda outros, mas mais pontuais e espaçados, ao longo do segundo ano ano de vida do bebé! O primeiro pico acontece logo por volta da segunda ou terceira semana. Sobretudo em mães de primeira viagem tudo é ainda novidade, inseguranças mil, … os palpites são imensos, nem sempre pedidos ou desejados, … nem sempre corretos ou de incentivo. Começam as dúvidas, os medos, …

Jh3P8mTELbBcjGNmizurinJAlDhGqZBf_med

“O bebé está a mamar mais, … parece que fica com fome”. Ouço tantas vezes este desabafo! Sim, verdade! Ao passar por um pico de crescimento por vezes nem se distinguem as mamadas, tais são as necessidades do bebé. Ele está em crescimento! O seu estômago aumenta imenso o seu volume, … são ou não motivos suficientes para o bebé ficar com mais fome?

Daí se preconizar sempre a amamentação em livre demanda, controlada e guiada pelo bebé. Assim, todas as suas necessidades serão satisfeitas. Ele mama o que quer, quando quer, sem imposições de relógios. Desta forma, a sua segurança enquanto pessoa, a sua pequenina personalidade em formação, começam já aqui a ter ótimos sinais de força e incentivo. Maminha é também colo, afeto, calor, aconchengo, … nunca me canso de o repetir!

Um dos momentos em que se verificam mais desmames precoces é mesmo no primeiro mês de vida, pela segunda ou terceira semana. O bebé passa pelo pico de crescimento. Fica com mais fome! O corpo da mãe já está mais acostumado à quantidade de leite que o bebé necessita e o peito começa a ficar menos cheio. Isso só significa que a produção está a normalizar, não é sinal de que o peito está a produzir menos. Depois vem a maior necessidade de o bebé mamar, por vezes insaciável. A pressão da família, … as dúvidas, … o “leite fraco”, … o “leite que está a chegar ao fim”, …

Em tantos e tantos casos que tenho acompanhado enquanto CAM, são logo os médicos a dar a indicação da “latinha”, … os enfermeiros no momento do peso (não sem antes fazerem grande pressão sobre os pais). Casos há em que é o próprio companheiro que, ao querer descansar durante a noite, sugere à mulher que dê ao bebé o leite artificial. Já acompanhei casos em que os relatos das mães foram estes, apesar de serem excepções.

Mau é dar “o leite de lata” a primeira vez, sem que a situação seja devidamente avaliada. Sim, o bebé pode parecer saciado. Verdade. O leite artificial, ao não ser específico para o bebé, é mais indigesto, a digestão demora mais que com o leite materno, específico e particularizado para cada bebé. E se for dado num biberão comum, sem que seja um com sistema fisiológico, claro, muito mais simples é de beber, e sem choro. Não é necessário fazer uma pega adequada, pois o leite cai sem qualquer esforço.

Esta situação do biberão, juntamente com o uso de chupeta logo desde os primeiros momentos do bebé  levam à chamada “confusão de bicos”, ficando o bebé confuso com a forma como deve fazer a pega na mama.

Todos estes são motivos para um desmame precoce se o aconselhamento não for o melhor. Se o bebé bebe leite de fórmula, se usa chupeta e faz menos sucção de estimulação na mama, claro que o peito começara a produzir menos leite. É esse o sinal que, assim, estamos a dar ao corpo. Com cada vez menos leite o bebé cada vez quer menos ir ao peito e, o que podia ter sido evitado, levou a um desmame precoce.

Mamãs, confiem na vossa intuição! Gosto tanto desta imagem! Verdade verdadinha!

7a9a824d1ffc5749471d0f46c6dc1bb2

Sejam críticas, informadas, … não se fiquem com a primeira informação, ou apenas a levem em consideração máxima porque esta foi dada por um médico. Usem sempre a vossa intuição, sempre em primeiro recurso. Picos de amamentação? Não nos metem medo! Estamos preparadas! 🙂

Imagens: Babycenter e Queridadata


0 comentários

carlosamaralphotography · 11 de Março, 2019 às 10:51

Excelente texto. De interesse público!

    joanaaterapeuta · 12 de Março, 2019 às 0:30

    Obrigada Carlos! 🙂 Por mamãs e famílias mais informadas, sempre! 🙂

O leite artificial sacia mais, … mas sabe realmente porquê? – Joana a Terapeuta… e a Mãe! · 14 de Março, 2019 às 0:12

[…] mito do leite fraco (aqui), os picos de crescimento (aqui), … sobre tudo isso temos aqui falado no blog. Mas, porque se diz que com o leite artificial os […]

Conheça as 3 opções para manter o aleitamento materno, antes de introduzir a fórmula! – Joana a Terapeuta… e a Mãe! · 21 de Abril, 2019 às 10:48

[…] Muitas vezes os bebés parecem ter fome, … parecem não querer pegar na mama… a hipótese de pico de crescimento deve logo ser levantada, conhecendo esta realidade, bem como a tabela que gere este acontecimento. Sobre este tema, tanto já se falou aqui no blog. São estes picos, em tantas e tantas situações, os responsáveis pelo desmame precoce (Picos de crescimento: saiba mais aqui). […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *