Bom dia a todos os que têm acompanhado esta nossa aventura. Bom dia aos que se juntam hoje a ela. Estamos em Magny-le-Hongre, uma pacata vila, bem pertinho do chamado “Círculo da Disney” de Paris. Uma localidade tranquila, muito acolhedora.

Bem que queria ainda ontem ter vindo partilhar mais novidades e experiências com vocês sobre o primeiro dia na Disney, … mas o cansaço venceu-me! Uma dor de pernas gigante, e com as costas a condizer. Fartámo-nos de andar, e eu muitas das vezes com a pequena ao colo. Estava tão mimocas! Soube tão bem! 🙂 Contudo, é motivo para se dizer: cansados, mas felizes! 🙂

IMG_20190519_133707

O dia não podia ter sido mais cheio, mágico, … com suspirares a cada recanto. Cada personagem, cada pormenor, cada lembrança de infância, … a expressão da Eva… a reação às personagens e locais que ia vendo… Algumas vezes, sobretudo com os vilões e bruxas, julgo que ia sentindo algum medo. Bem que lhe dizíamos que eram apenas pessoas dentro de fatos, para ela não ficar aflita. Mas, sabem que mais? Penso que ela nem pensava nisso! Se nós já estávamos envoltos em magia, ela estava totalmente emersa neste mundo delicioso. Havia momentos em que nem falava, … mas olhar para os seus olhinhos brilhantes, a boca dela a abrir-se mais e mais de espanto, … os suspiros que iam saindo, e os que não saiam, dando apenas lugar a abanares de mão dizendo adeus, ou a abraços mais e mais fortes que nos dava, ao nosso colo… Indescritível!

Mas, vamos a mais algumas pormenores e dicas. Tinham ficado prometidos, e aqui vão!

1- A entrada no parque:

O acesso foi muito rápido e fácil. Não sem antes ser feita toda a verificação de segurança de pessoas e sacos, tal como no aeroporto. Depois, fomos trocar os nossos vouchers que tinhamos pré comprado pelo site Disney e entramos, diretamente. Com apenas uns segundos de fila, muitos sorrisos e expetativas, lá fomos nós.

Ao entrar, e por termos comprado bilhete de dois dias, para os dois parques, optamos por começar pelo parque que visitámos inicialmente: o Disney Studio. Tem menos atrações que o Disneyland Park e, por isso, começamos a visita por ele. A meio da tarde começamos por explorar o segundo.

2- As primeiras atrações

Em breve venho falar-vos de todas as aplicações para telemóvel que temos usado durante a viagem para nos facilitar a vida. Mas foi pela APP da Disney que nos fomos regulando em termos de tempo de acesso a cada uma das diversões, sendo que em cada uma delas esse tempo também se encontra afixado. Na aplicação podemos ver ainda quais os espaços temáticos existentes, os tempos de espera em cada um deles, … e nós começamos por andar no que estava dedicado ao Toy Story. Fomos também no tapete voador, com o Aladino, o Génio e a Jasmim!

Fomos vendo algumas personagens, com as quais era permitido tirar foto mediante reserva, também numa aplicação, mas essa opção não utilizámos. Há tantos locais pelo parque com desenhos, imagens e personagens que, só se quiserem mesmo, mesmo, mesmo, podem escolher essa opção. Existe ainda uma outra opção: o chamado Photo Pass, onde, por cerca de 75€ podem também tirar e recolher no final todas as fotos tiradas. Mas, gostando tanto de fotografia, acabámos por optar por ser nós mesmos os repórteres de serviço. Fica apenas a informação extra, para que, se quiserem, possam ir saber mais.

3- Obras no parque

Contem sempre que, dada a grandiosidade dos espaços, a quantidade de divertimentos existentes e todas as pessoas que passam pelo parque diariamente, se torna necessário fazer alguma manutenção frequente. Para grande pena nossa, o espaço dedicado ao Dumbo (no Parque Disneyland) e ao Peter Pan (no Disney Studios) estão neste momento em manutenção. Mas a verdade é que até aí eles fazem magia pois, ao redor de cada um dos sítios, colocam imagens deliciosas, e aí, mais uma vez, surge a hipótese de foto. Estas informações constam também da aplicação.

4- Comidinha para o dia

Tanto em casa, como para levar para o parque, temos optado, sempre que possível, por comprar e levar o que precisamos. Também sobre este tema vos darei mais novidades em breve, num texto apenas dedicado a estas escolhas mas, para já, deixo as dicas principais: comida caseira para a pequenota,umas sandes bem recheadas para nós, muita fruta e água. São os melhores segredos que possa partilhar com vocês! 🙂 Por lá, os preços vão variando muito, mas a verdade é que não fica barato. E só vos digo, hoje levamos ainda mais umas peças de fruta extra e mais uns snacks de frutos secos. Ao fim da tarde a fome apertou e menus base de 15 euros foram dos preços mais em conta que encontrámos. Snacks com bolachas a cerca de 3€ ou 4€ também vão sempre sendo avistados, mas, sempre que possível, quisemos evitar este tipo de comida.

IMG_20190519_151023

Parece ir carregado desnecessariamente, mas é certo que peças de fruta e sandes não pesam assim tanto, ainda por mais divididas por duas mochilas. E ao longo do dia, o peso vai aliviando! A entrada nos espaços de restauração vale, ainda assim, pela decoração mística e cuidada. Tudo pensado ao pormenor, e uma vez não são vezes, também sabe bem aproveitar. Ah, … as gofres deles são maravilhosas! Fica em cerca de 3,99€ e, por mais uns cêntimos, vêm cobertas com chocolate.

5 – Mais diversão e mais atrações

Uma das atrações que mais nos marcou foi a Casa do Ratattouille… tanto que hoje, se pudessemos e conseguissemos, lá iamos outra vez. Três crianças, autênticas! Para esta atração, com fila por vezes de uma hora e meia, conseguimos um Fast Pass de acesso… sobre eles também vos contarei mais algumas coisas. Vale a pena! Depois, os espetáculos temáticos que vamos encontrando, desta vez sobre os super-herois Marvel, … há para todos os gostos e idades!

Outra das delícias foi a Studio Tram Tour! Absolutamente fantástica! Uma viagem de autocarro “aberto” pela zona de “bastidores” do parque por que vale a pena esperar nas filas. Desde adereços de filmes marcantes como o Pearl Harbor, os 101 Dálmatas…, simulação de sets de gravação … os carros dos filmes, … e uma recreação fantástica com efeitos especiais. Sim, … sem dar conta, somos nós mesmo os personagens, com terra a tremer, fogo, objetos que parece que vão cair sobre nós, .. muita água, … teria um vídeo para vos mostrar, .. mas não o vou fazer, para que possam viver essa mesma experiência! 🙂

Um espetáculo de música vai acontecendo também várias vezes ao dia, com música Jazz. Vale a pena ver, … e a parada Disney? Bem, essa sem palavras!!! Terei mesmo de lhe dedicar um texto, só para ela! 🙂 Merece, acreditem que merece.

5- Vamos para o segundo parque

E terminada a visita ao primeiro parque, seguimos para o “Disney Land Park”. Por ser o maior, quisemos aproveitar o tempo restante para absorver tudo ao máximo. E só vos digo, a entrada é logo por si só maravilhosa. Jardins, água, … tudo tão bem cuidado. Parabéns a quem gere com tanto amor e carinho todo este espaço.

Foi aqui que vimos a “Parada Disney”: correu muito bem pois, mal chegámos, começamos a ver que estavam os seguranças a fechar o perímetro de segurança central. Confirmámos na aplicação e começava dali a meia hora. Então, mesmo de frente para o castelo, ali ficámos em espera, enquanto a Eva comia mais uma frutinha. Foi um vislumbre inesperado e arrebatador quando vimos o mítico castelo por entre todas as pequenas casinhas! 🙂

Depois a magia continuou. Entrámos no castelo, … mais lojas maravilhosas, sobre as quais também falaremos mais em próximas partilhas… vitrais com toda a história da Bela Adormecida, … a Casinha dos Sete Anões e da Branca de Neve…. do Pinóquio…. todas elas atividades em que, por sorte, tivemos pouco mais de cinco minutos de fila, e aproveitámos logo!

O dia terminou com a ida ao Carossel mágico, com cavalinhos… Digno de filme! Viemos para casa cansados mas tão felizes e com tantas memórias para guardar. Em breve contamos como foi o segundo dia pelo Disnelyland Park. Semana feliz!


0 comentários

Leave a Reply

%d bloggers like this: