DSC_0041Há dias que nos preenchem por completo, que nos enchem de alegria e nos fazem pensar que realmente a vida vale a pena! Há fins de semana e momentos passados em família que nos fazem agradecer cada minuto e cada segundo, e que nos fazem implorar para jamais terem fim. Nunca temos pressa que terminem e queremos sempre voltar, quando eles são já apenas lembranças e deliciosas memórias.

Este fim de semana foi assim, apenas nosso, passado em família num recanto algures pelo nosso Portugal. Foram dois dias de aventuras a três, só nós e as nossas doidices, … a nossa cumplicidade e a boa disposição familiar que nos carateriza. Foram as risadas, os “olás” da Eva a todas as pessoas e mais algumas, … os “tetés” a um sem fim de desconhecidos e as canções que ela já começa a entoar. Foram as noites fora do seu espaço habitual e as brincadeiras até horas mais tardias, o descobrir de novas realidades, o estímulo continuo, a toda a hora, … Novos locais, novos desafios, … caminhadas infinitas e muito, muito colinho.

Este fim de semana soube a amor, soube a doçura, … foi nosso e das nossas coisas! Foi um escape à rotina e ao stress do dia-a-dia,… uma escapadela aos horários de sempre e aos mesmos acontecimentos, todos os dias, sempre na mesma sequência de cadência infinita. Por várias vezes pensei: “nem sei que horas serão!”, e isso soube-me tão, tão, tão, tão bem. O tempo foi nosso, o relógio não foi dono daqueles instantes. Os risos foram prolongados e as brincadeiras não foram terminadas por imposição dos ponteiro, … às vezes, precisamos de momentos assim, precisamos de desestruturar os dias e de quebrar o que é tão rígido durante as semanas e os dias iguais a todos os outros.

Este fim de semana soube-me bem… deu-me energia, preencheu-me o coração, iluminou-me a alma! Obrigada filha e “pai”! Vocês fazem-me bem! 🙂

Categorias: Uncategorized

2 comentários

carlosamaralphotography · 22 de Janeiro, 2018 às 9:37

De nada! 😁

Deixe uma resposta

Avatar placeholder

O seu endereço de email não será publicado.