Chegou 2018, … e a verdade é que parece que tudo continua igual a 2017, … e continua mesmo! A televisão volta a passar os mesmos filmes todos os natais e anos novos (e nós deliciamo-nos!!) … os vizinhos começam a falar cedo (aos gritos!!!) logo pela manhã, a luz voltou a subir…  e a vida soma e segue dias e dias em sequência vertiginosa! E aí é que deveria estar a essência do novo ano e de todos os desejos que fazemos. Um ano, é um ano novo, são 365 dias de um recomeçar por vezes estranho e repleto de promessas que ficam por cumprir no resto do ano! O ano recomeça… parece um ciclo, … todos os anos! Mas na realidade, os dias somam-se e a vida vai correndo, e nós corremos ainda mais que ela. Por isso mesmo, mães, este ano, em jeito de reflexão e de partilha vos deixo esta mensagem!

Que 2018 seja um ano com muita saúde e paz, e que traga também tempo! Tudo isto para podermos partilhar o melhor de nós com os nossos filhos, em família, … para que cada dia sejam um dia para aproveitar, para sentir,… para que não seja apenas mais um no meio de tantos outros. Que se viva o presente intensamente. Amanhã temos de ir às compras, … temos que pagar a música da pequena, … a segurança social, … mas será só amanhã! Hoje temos que tratar do jantar, de passar a pilha de roupa que está no quarto, … já vamos, … agora estou com a minha filha, a aproveitar os seus carinhos sinceros e o seu sorriso mais doce! Daqui a pouco pode ser tarde, e aquela roupa bem pode esperar! Essa sim, pouco me sorri!

Que os dias sejam verdadeiros e aproveitados como se fossem os últimos! Não em termos de preocupações e cuidados, mas fruidos com os que nos fazem bem. Do que nos faz mal há tanto lá fora, em cada esquina que cruzamos. Enquanto podermos manter a essência dos sentimentos, esse calor será o nosso abrigo maior. A correria do dia à dia que vá ficando do lado de lá da porta, … as preocupações que fiquem na agenda, nos emails, … que o melhor de nós seja vivido no aconchego do lar e não gritado a plenos pulmões no facebook e no instagram com 100 fotos por hora! Que o melhor de nós seja para os nossos, para os que nos amparam as lágrimas e nos dão os abraços que precisamos nos momentos certos. Aos outros, daremos tanto quanto derem, na mesma medida e equilíbrio. Chega de dar, dar, dar, … recebendo apenas indiferença ou maus modos. Não imponhamos a nossa presença a quem apenas nos quer sugar energia…

Que não faltem os momentos simples e de espaço próprio, de reflexão interior e de fazer apenas o que nos der na cabeça, sem contar minutos, sem rever infinitamente as obrigações na nossa cabeça, … Que a casa se limpe apenas amanhã, porque hoje quero dar colo à minha filha, … que a cama se faça só a meio da tarde, porque de manhã quero brincar nela com a pequena… Que a nossa vontade mande mais que o relógio, o calendário e a agenda…. É o que vos incito a fazer, é o que quero para mim… são os meus conselhos, são os meus desejos, as minhas ambições… sou mãe, sou mulher, … tenho muita força, mas também sou feita de muitas fraquezas… que não nos faltem a inspiração nem a coragem, e que 2018 seja um ano bom, não melhor, não pior que os outros, … mas um ano de vida, de graça, de família, de mãos dadas, de luz e de andar tranquilo. De respirar calma e transpirar felicidade, … Nada mais peço, … que viver um dia de cada vez! Feliz 2018 bebés, mamãs, papás, … famílias e amigos!

“Make each day count” (DAWSON, J.)


0 comentários

Deixe uma resposta

Avatar placeholder

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *